5G no Brasil: País aguarda revolução nos processos de produção, na logística e no comércio

A 7070 99c3c828637e01c4337451ab836f62ef - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Compartilhe nas redes!

Maior avanço da tecnologia não será para o consumidor, mas para empresas que entenderem como utilizar dados como um “norte” nos negócios

A mudança do 4G para o 5G no Brasil não se trata de uma evolução de tecnologia, mas da revolução mais indispensável da próxima década, com potenciais gigantescos de transformações econômicas – afetando produtividade, eficiência, segurança, negócios, geração de empregos e acessibilidade.

Nós, que sentimos a evolução quando ocorreu a mudança do 3G para o 4G há alguns anos, só podemos ter uma vaga ideia do que será a próxima mudança. A nova banda atinge o que chamamos de Internet das Coisas (IdC): vai permitir, por exemplo, entregas e carros sem motoristas, comando de empresas a distância, melhorias em comunicação urgentes, exames com médico a distância, crescimento de mercados mobile, entre outros. É importante que estejamos atentos a esta revolução.

O leilão das bandas para o início do uso do 5G no Brasil já suscitou vários debates. O primeiro, mais geral, trouxe à tona discussões geopolíticas: a Huawei deveria (ou não) participar do fornecimento de material para as concessionárias habilitadas? Mesmo com uma pressão grande dos Estados Unidos e dos componentes do Quad (aliança anti-China no Pacífico), o Brasil permitiu o acesso de empresas dos gigantes asiáticos, baseado em uma premissa racional – o fornecimento de material da infraestrutura brasileira é quase todo baseado na empresa chinesa, de modo que uma mudança demandaria mais tempo e recursos. A primeira decisão foi acertada e baseada em critérios de eficiência.

Dada esta decisão, seria necessário montar a estrutura do leilão das bandas. E a escolha de um sistema competitivo viabilizou a entrada de muitos agentes, o que promete melhorar a qualidade do serviço e favorecer o fornecimento para um país continental. Foram 15 concorrentes, o que pode ser considerado tanto um sucesso quanto o compromisso de que o resultado será positivo daqui para a frente.

Alguns pontos poderiam ter sido resolvidos antes do leilão, para não gerar problemas futuros, como a burocracia para instalação de antenas. Apesar de licitadas as bandas, será necessário que as cidades estejam preparadas para receber a tecnologia, e isso só é possível, hoje, em pouco mais de uma dúzia das cidades.

O exemplo das antenas é esclarecedor. O 5G precisa de antenas menores, parecidas com um roteador grande que temos hoje. Não necessitam de terrenos grandes e cercados, nem de antenas de três a quatro metros de altura.

Contudo, a imensa maioria dos municípios possui legislação que trata de antenas, terreno e distância em relação às residências – elementos que não fazem sentido em relação ao 5G e, inclusive, podem inviabilizar o andamento rápido das instalações e gerar alto custo individual para o consumidor se não forem revistas.

De qualquer forma, foram muito mais acertos do que erros no processo, e a dinâmica vem sendo positiva para a implementação da nova tecnologia. O resultado do leilão permitiu que os lotes fossem divididos em várias empresas, o que aumentará a concorrência e viabilizará uma maior prestação do serviço.

A participação de várias companhias é um indicativo de que o serviço deve ser lucrativo. E isso irá resultar em muitos investimentos, fator fundamental para a produtividade do País. Vale sempre lembrar que a maior importância do 5G não está no serviço prestado aos celulares, mas na IdC, a qual permitirá avanços gigantescos na eficiência dos processos de produção e, principalmente, de logística.

É importante que o empresário esteja bastante ligado à nova tecnologia, principalmente em relação ao que ela pode oferecer e em como usá-la da melhor maneira para análise de dados de alta frequência e para uma melhor experiência do consumidor – este que aguarda avidamente pelas tecnologias que já começam a surgir em grandes metrópoles mundo afora e quer consumir cada vez mais serviços digitais.

Não será mais permitido improvisação ou feeling, os dados serão o “norte” do empresário. Usá-los com eficiência será um diferencial maior até do que o produto em si. Além disso, haverá uma revolução na logística: carros e entregas autônomas, seleção automática instantânea nos armazéns e prazos menores do que um dia na entrega serão realidades comuns.

O comércio presencial vai, cada vez mais, servir como showroom, e menos como ponto de venda. Os preços devem ser beneficiados com o aumento de eficiência, enquanto que a compra online terá mais vantagens na venda.

Fonte:https://www.contabeis.com.br/artigos/7070/5g-no-brasil-pais-aguarda-revolucao-nos-processos-de-producao-na-logistica-e-no-comercio/

 

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

O Que é Escrituração Contábil Fiscal - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

O que é Escrituração Contábil Fiscal (ECF) e para que serve?

Documento é obrigatório para todas as empresas, sejam isentas ou tributadas Até 2014, era obrigatório o envio da Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ) pelas empresas brasileiras. Este documento foi substituído pela Escrituração Contábil Fiscal, conhecida pela sigla

Qual A Importância Da Medicina Do Trabalho - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Qual é a importância da medicina do trabalho?

Mesmo com tantos avanços, é fato que boa parte das organizações ainda não entendem qual é a importância da medicina do trabalho. Então é por isso que vamos abordar esse tema. É fato que as empresas precisam se preocupar com

Flutuação De Preços E Estoques - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Flutuação de preços e estoques

Um dos principais desafios das empresas atuais é a flutuação de preços. Nesse momento existem duas variáveis difíceis de serem previstas: possuir um estoque maior e com isso ganhar descontos por compras grandes e um melhor preço, ou possuir um

Como Calcular O Preço De Venda De Um Produto Ou Serviço - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Como calcular o preço de venda de um produto ou serviço?

Provavelmente, todo mundo que já pensou em abrir um negócio deve ter pesquisado sobre como calcular o preço de venda de um produto ou serviço. Afinal, essa é uma parte de extrema importância para qualquer empreendimento, já que será responsável

Como Funciona A Previdência Privada Empresarial - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Como funciona a previdência privada empresarial?

Com as mudanças realizadas na aposentadoria pública há algum tempo, as pessoas começaram a repensar o seu futuro. Com isso, o questionamento sobre como funciona a previdência privada empresarial aumentou. Como consequência, as empresas passaram a investir mais nessa modalidade.

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
A categoria está em evidência e cerca de 80% das…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top