Arrecadação federal bate mais um recorde ao atingir R$ 146,5 bi em agosto

N 48794 2697805ee562059aa0fae58e615ffb53 - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Compartilhe nas redes!

É o sétimo mês seguido que a Receita Federal registra recordes na arrecadação.

A arrecadação federal atingiu mais um recorde. De acordo com os dados divulgados pela Receita Federal na última quinta-feira (23), foram recolhidos R$ 146,463 bilhões de impostos e contribuições no mês de agosto.

De acordo com o Fisco, é a maior arrecadação para o mês e período na série histórica desde 2000 e representa um avanço de 7,25 % em relação ao mesmo mês do ano anterior, já descontada a inflação.

Ao todo, de janeiro a agosto, a arrecadação federal já soma R$ 1,199  trilhão, montante 23,53% acima do registrado no mesmo período de 2020.

Arrecadação federal

Neste ano, apenas o mês de janeiro registrou decréscimo na comparação com o ano passado. Nos demais meses, o Fisco registrou avanços e a arrecadação foi recorde para o mês também em fevereiro, março, abril, maio e julho.

O governo usa os aumentos sucessivos do nível de arrecadação como argumento do governo para promover a reforma tributária. A lógica é que os aumentos de arrecadação se transformarão em redução de impostos, e que esse patamar já alcançado não irá recuar.

A proposta de alteração das regras do Imposto de Renda (IR), essencial para bancar o Auxílio Brasil no ano que vem, foi feita partindo dessa premissa.

De acordo com o secretário da Receita Federal, José Tostes Neto, esse desempenho forte em 2021 – com recordes na série histórica para seis dos oito meses do ano – indica a recuperação e crescimento da arrecadação, já descontando os efeitos de fatores não recorrentes e mesmo a base de comparação baixa de 2020, por causa da crise provocada pela pandemia.

“As evidências da recuperação da economia são bastante sólidas, como os números demonstram, e vêm se refletindo na arrecadação tributária todos os meses seguidamente desde agosto de 2020. Esse desempenho comprova que a trajetória de recuperação da arrecadação é sustentável e, conforme análise já divulgada pela Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia, tem um importante componente estrutural nesse resultado”, declarou.

De acordo com a Receita, mais uma vez a explicação para o resultado positivo neste período passa pelos fatores não recorrentes. Os recolhimentos extraordinários do Imposto de Renda das Pessoas Jurídicas (IRPJ) e Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) somaram R$ 29 bilhões entre janeiro e agosto deste ano, contra R$ 2,8 bilhões no mesmo período do ano anterior.

O Fisco também destaca o crescimento das compensações, que cresceram 30% no período.

Fonte:https://www.contabeis.com.br/noticias/48794/arrecadacao-federal-bate-mais-um-recorde-ao-atingir-r-146-5-bi-em-agosto/

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Dentista Pode Ser Mei - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Vai atender por conta própria? Descubra se o dentista pode ser MEI!

O Microempreendedor Individual (MEI) é um modelo empresarial que se colocou como oportunidade para autônomos e pequenos empresários saírem da informalidade e, ainda, terem os mesmos direitos e benefícios de pessoa jurídica. Entretanto, nem todas as ocupações podem aderir. Diante

O Que São Despesas Variáveis - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

O que são despesas variáveis? Entenda agora!

É difícil imaginar uma empresa que não se preocupe com as contas. Afinal, são elas que garantem o acesso a serviços, produtos e que o negócio possa continuar operando. Mesmo as que não são muito organizadas financeiramente, conseguem ter uma

Como Fazer A Distribuição De Lucros De Uma Empresa - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Como fazer a distribuição de lucros de uma empresa?

Lidar com os números de um empreendimento, independentemente do tamanho, é um desafio. Não à toa, organizações de maior porte possuem equipes de profissionais dedicadas a cuidar de toda a parte financeira, entre contribuições tributárias, pagamento de contas e lucros.

O Que São Indicadores Financeiros - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

O que são indicadores financeiros?

Definir o quão bem-sucedida uma empresa é não é fácil. O significado de “sucesso” por si só já é bastante abstrato, dependendo de uma série de “poréns”. Dessa forma, pode-se concluir que é preciso fazer uma análise mais profunda dos

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Saiba as principais diferenças entre estes termos tão comuns no…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top