Os Benefícios da Gestão Fiscal

Pastedimage - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Compartilhe nas redes!

Gestão Fiscal, trata-se das estratégias tomadas pelas empresas para suprir as exigências correspondentes aos aspectos tributários da legislação.

E temos um alerta! De acordo com projeção feita nos balanços patrimoniais analisados pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação, os encargos pagos pelas empresas chegam a 33% do faturamento bruto, 47% do total dos custos e despesas e 52% do lucro, representando assim um grande entrave ao crescimento de qualquer negócio.

Ao entender melhor os benefícios trazidos aqui, você estará dando um passo em direção ao seu crescimento, uma vez que estar por dentro da legalidade é requisito básico para o seu sucesso.

Em outras palavras, podemos dizer, que é da gestão fiscal a responsabilidade de atender as demandas da legislação, estimulando o desenvolvimento econômico, quitando impostos, proporcionando uma maior organização financeira e gerando lucro para a sua empresa.

De fato, o planejamento tributário (outro nome usado para gestão fiscal) é uma ferramenta que não pode ser vista como um gasto, mas sim como investimento.

Os especialistas dizem que ele é saudável para o bolso. Então vamos ver algumas dicas que podem te ajudar?

 

Invista em diagnóstico

O diagnóstico fiscal é capaz de ajudar a identificar pontos que merecem ajustes. Ao final de cada ano, o empreendedor pode reestruturar seu negócio para reduzir os custos. Investir em um diagnóstico fará com que se tenha em mãos um estudo do que será realizado, já com os possíveis reflexos da carga tributária. Assim, você poderá analisar a melhor forma de reduzir o tributo a pagar.

Agindo dentro da lei, você pode diminuir impostos, taxas e contribuições. As medidas são tomadas para reduzir a base do cálculo ou alíquota incidente. A empresa deve estar atenta, ainda, a créditos como o PIS/Pasep, Cofins, IPI e ICMS. Isso também ajudará a abreviar o montante ao fisco.

É necessário estar sempre atento ao diagnóstico e ajustá-lo ao panorama empresarial quando necessário.

 

Analise a situação

Considere os custos envolvidos, o benefício previsto e riscos inerentes ao processo. Pode dar um pouco de trabalho, mas a recompensa vem a seguir: erros nessa etapa podem gerar perdas para as empresas.

Personalize

Personalização é a palavra-chave para que o planejamento tributário dê certo. Cada empresa é única. Então, esqueça a grama do vizinho e concentre-se na sua. Seja determinado e tenha a contabilidade sempre em dia e os processos internos alinhados.

Resolva

Um profissional que entenda sobre legislação tributária auxilia o empreendedor na busca de parcelamentos específicos, até com reduções parciais ou totais de juros e multas. E, devendo, pague. Se existe um débito tributário já lançado pelo Fisco, não questione, simplesmente resolva o assunto. 

Mas se a cobrança estiver no âmbito administrativo, podem ser feitas tentativas para sua impugnação. Já se estiver no Judiciário, cabe uma ação anulatória do débito fiscal ou o pedido da redução do valor ou do lançamento. 

O que jamais pode acontecer é deixar o caso correr à revelia. Isso dá margem à ação de execução fiscal contra os bens do contribuinte e de seus sócios.

Use os incentivos fiscais

Isenções e redução de alíquota são incentivos fiscais que representam uma boa alternativa para a redução de tributos. E é inegável: nossa legislação tributária permite diversos benefícios e incentivos fiscais para a redução da carga tributária.

Lembre-se sempre de que o empreendedor precisa manter práticas idôneas, procurando reduzir seus tributos sempre dentro da lei. Fuja de tudo que for ilícito. Os “fora da lei” só tendem a comprometer a empresa e todo o patrimônio. Um pouco de conservadorismo não faz mal a ninguém. Dessa forma, busque profissionais éticos e íntegros para te auxiliar no planejamento fiscal.

Quais são os resultados de uma boa gestão fiscal?

Além da otimização do tempo, como citamos no tópico acima, você terá mais segurança para desenvolver os seus serviços e ficar livre de processos burocráticos. Entre outros benefícios, podemos mencionar, por exemplo:

  • Maior organização dos documentos;
  • Serviço de contabilidade sempre em dia;
  • Facilidade na emissão de notas fiscais;
  • Controle financeiro eficiente;
  • Redução de custos;
  • Ganho de credibilidade no mercado.

Por fim, diante de tantas vantagens, você não vai querer dar bobeira para concorrência e deixar de evoluir o seu negócio, não é mesmo?

Fonte: Nucont

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Dentista Pode Ser Mei - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Vai atender por conta própria? Descubra se o dentista pode ser MEI!

O Microempreendedor Individual (MEI) é um modelo empresarial que se colocou como oportunidade para autônomos e pequenos empresários saírem da informalidade e, ainda, terem os mesmos direitos e benefícios de pessoa jurídica. Entretanto, nem todas as ocupações podem aderir. Diante

O Que São Despesas Variáveis - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

O que são despesas variáveis? Entenda agora!

É difícil imaginar uma empresa que não se preocupe com as contas. Afinal, são elas que garantem o acesso a serviços, produtos e que o negócio possa continuar operando. Mesmo as que não são muito organizadas financeiramente, conseguem ter uma

Como Fazer A Distribuição De Lucros De Uma Empresa - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Como fazer a distribuição de lucros de uma empresa?

Lidar com os números de um empreendimento, independentemente do tamanho, é um desafio. Não à toa, organizações de maior porte possuem equipes de profissionais dedicadas a cuidar de toda a parte financeira, entre contribuições tributárias, pagamento de contas e lucros.

O Que São Indicadores Financeiros - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

O que são indicadores financeiros?

Definir o quão bem-sucedida uma empresa é não é fácil. O significado de “sucesso” por si só já é bastante abstrato, dependendo de uma série de “poréns”. Dessa forma, pode-se concluir que é preciso fazer uma análise mais profunda dos

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
A contabilidade se relaciona diretamente com a rotina empresarial desde…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top