Pensão por Morte: Qual a duração do benefício depois da reforma?

Senior Couple 4723737 1920 Contabilidade Em Campo Limpo Sp | Aspecto Contabilidade Blog - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Compartilhe nas redes!

A Pensão por Morte garante uma renda mínima para muitos dependentes que perderam entes familiares e não conseguem manter o próprio sustento sem esse auxílio. 

Posto isso, iremos abordar os principais aspectos sobre o benefício para que você tire todas suas dúvidas.

Principais aspectos sobre a Pensão por Morte 

A Pensão por Morte é, como o próprio nome indica, um benefício destinado aos dependentes de beneficiário que era aposentado ou trabalhador que exercia atividade profissional urbana e veio a falecer. 

Os dependentes, conforme a lei, são o cônjuge ou companheiro, filhos ou enteados menores de 21 anos ou inválidos, desde que não emancipados, pais, irmãos não emancipados, menores de 21 anos ou inválidos.

A pensão será devida apenas aos dependentes do trabalhador urbano que vier a falecer ou, em caso de desaparecimento, houver declaração da morte presumida judicialmente. 

Qual a duração do benefício?

A duração do recebimento da pensão varia de acordo com a idade e o tipo de beneficiário.

Para o cônjuge, o companheiro, o cônjuge divorciado ou separado judicialmente ou de fato que recebia pensão alimentícia a duração será de 4 meses contados a partir do óbito:

– Se o falecimento tiver ocorrido sem ter havido tempo para a realização de, ao menos, 18 contribuições mensais à Previdência; ou

– Se o casamento ou união estável se iniciar em menos de dois anos antes do falecimento do segurado;

A duração será variável, podendo ser de até 3 anos ou vitalício:

– Se o óbito ocorreu depois de 18 contribuições mensais pelo segurado e pelo menos dois anos após o início do casamento ou da união estável; ou

– Se o óbito decorrer de acidente de qualquer natureza, independentemente da quantidade de contribuições e tempo de casamento ou união estável.

Neste caso, o que irá determinar a duração da pensão será a idade do dependente na data do óbito. Quanto mais velho, mais tempo terá direito ao benefício, sendo que o dependente que tiver 44 anos ou mais na data do falecimento terá direito à Pensão por Morte com duração vitalícia. 

Para o cônjuge inválido ou com deficiência, o benefício é devido enquanto durar a deficiência ou invalidez.

Para os filhos (equiparados) ou irmãos do falecido, desde que comprovem o direito, o benefício é devido até os 21 anos de idade, salvo em caso de invalidez ou deficiência adquiridas antes dos 21 anos de idade ou da emancipação.

uais os requisitos para obter o benefício?

Poderão usufruir do benefício os dependentes que comprovarem que o falecido possuía qualidade de segurado do INSS na data do óbito. Os dependentes também terão que comprovar:

– Para cônjuge ou companheira: comprovar casamento ou união estável na data em que o segurado faleceu;

– Para filhos e equiparados: possuir menos de 21 anos de idade, salvo se for inválido ou com deficiência;

– Para os pais: comprovar dependência econômica;

– Para os irmãos: comprovar dependência econômica e idade inferior a 21 anos de idade, a não ser que seja inválido ou com deficiência.

Qual o valor da pensão?

Com a Reforma da Previdência, o valor da renda mensal sofreu redução, passando a ser de 50% da aposentadoria que o segurado recebia, sendo acrescidos 10% por cada dependente existente, até o limite de 100% se houver mais de 5 dependentes. 

Há exceção à regra, no entanto, sendo admitido o valor integral da pensão quando houver dependente inválido ou com deficiência intelectual, mental ou grave. 

Dica extra: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social.

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana?

Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática: Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS

Fonte: https://www.jornalcontabil.com.br/pensao-por-morte-qual-a-duracao-do-beneficio-depois-da-reforma/

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

O Que é Escrituração Contábil Fiscal - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

O que é Escrituração Contábil Fiscal (ECF) e para que serve?

Documento é obrigatório para todas as empresas, sejam isentas ou tributadas Até 2014, era obrigatório o envio da Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ) pelas empresas brasileiras. Este documento foi substituído pela Escrituração Contábil Fiscal, conhecida pela sigla

Qual A Importância Da Medicina Do Trabalho - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Qual é a importância da medicina do trabalho?

Mesmo com tantos avanços, é fato que boa parte das organizações ainda não entendem qual é a importância da medicina do trabalho. Então é por isso que vamos abordar esse tema. É fato que as empresas precisam se preocupar com

Flutuação De Preços E Estoques - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Flutuação de preços e estoques

Um dos principais desafios das empresas atuais é a flutuação de preços. Nesse momento existem duas variáveis difíceis de serem previstas: possuir um estoque maior e com isso ganhar descontos por compras grandes e um melhor preço, ou possuir um

Como Calcular O Preço De Venda De Um Produto Ou Serviço - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Como calcular o preço de venda de um produto ou serviço?

Provavelmente, todo mundo que já pensou em abrir um negócio deve ter pesquisado sobre como calcular o preço de venda de um produto ou serviço. Afinal, essa é uma parte de extrema importância para qualquer empreendimento, já que será responsável

Como Funciona A Previdência Privada Empresarial - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Como funciona a previdência privada empresarial?

Com as mudanças realizadas na aposentadoria pública há algum tempo, as pessoas começaram a repensar o seu futuro. Com isso, o questionamento sobre como funciona a previdência privada empresarial aumentou. Como consequência, as empresas passaram a investir mais nessa modalidade.

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
A maioria das pessoas chama de “Home Office”, já outros…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top