Entenda a importância da Auditoria Fiscal para a sua empresa

Entenda A Importância Da Auditoria Fiscal - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Compartilhe nas redes!

A auditoria fiscal garante a transparência dos negócios e evita transtornos para a gestão

Ainda que a expressão assuste, esse processo é saudável para compreender a saúde financeira da empresa. Especificamente, a auditoria fiscal identifica o pagamento de impostos, ou seja, a situação tributária do negócio.

Se nada de errado for constatado, isso indica que a organização caminha com as obrigações em dia e soluciona possíveis problemas que possam comprometer a empresa.

Além de entender a importância da auditoria fiscal, é importante ter conhecimento sobre os documentos normalmente averiguados pelo auditor e as consequências que, inclusive, podem levar a prisão dos administrados em situações mais graves.

Neste artigo da Aspecto Contabilidade vamos explicar um pouco sobre a finalidade desse processo e como ele é feito para que você possa entender sua relevância dentro da organização. Vamos lá?

Qual é a importância da auditoria fiscal e para que serve?

Antes de tudo, você sabe o que é a auditoria fiscal? Trata-se do exame minucioso da situação tributária de uma empresa ou organização, seja ela pública ou privada.

O objetivo da prática é garantir que os impostos sejam pagos corretamente, ou seja, auxilia no planejamento tributário.

Para isso, além de acompanhar os pagamentos, a auditoria corrige problemas que possam comprometer a saúde fiscal da empresa. Também, evita que o empresário ou gestor efetuem pagamentos de impostos que, na verdade, não lhe são obrigatórios.

E qual é a importância da auditoria fiscal? O mais relevante é garantir a transparência das operações da empresa e, consequentemente, evitar que o gestor ou empresário tenha problemas no futuro.

O papel do auditor fiscal é importante porque, por vezes, a gestão deixa passar – por puro desconhecimento – créditos tributários ignorados, entre outras questões. Logo, o procedimento deve integrar a rotina da organização, mais precisamente, da contabilidade da empresa.

Inclusive, a auditoria é uma ferramenta importante para a própria competitividade da empresa, pois garante a credibilidade e veracidade das informações prestadas pela organização.

Em suma, para que entenda a importância da auditoria fiscal, saiba que seus principais objetivos são:

  • Garantir que a empresa cobre os impostos de forma devida do cliente, ou seja, estejam corretamente embutidos no valor final do produto;
  • Recuperar impostos pagos em insumos e materiais usados pela empresa, o que pode agregar valor ao caixa;
  • Entender como a própria legislação tributária reduz o impacto dos impostos, por meio de incentivos ou aumentar o aproveitamento dos tributos;
  • Escolher o regime tributário mais adequado para a empresa, como Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real;
  • Identificar impostos pagos a mais, ou ainda que poderiam ser creditados em compras e não foram. Isso faz com que a empresa proceda com a recuperação dos tributos no prazo de até cinco anos.

Ou seja, a auditoria fiscal tem uma importância que vai além do acompanhamento do pagamento dos impostos.

Como organizar a auditoria fiscal

Em suma, você deve entender que esse processo pode ser feito de formas diferentes. São elas:

  • Interna: feita cotidianamente por um profissional interno especializado e usada como estratégia competitiva. Serve para reduzir os impostos e prevenir futuras autuações. Comumente empregada em empresas de médio e grande portes;
  • Externa: realizada anualmente por profissional contratado e não deve ser empregada para identificar falhas processuais. Também praticada em empresas de médio e grande portes;
  • Fisco: auditoria feita por profissionais do governo, de forma esporádica, em empresas pequenas;
  • Eletrônica: esta é feita por um software alimentado com as regras tributárias e efetua a auditoria por meio de inteligência artificial. Ainda que reduza custos e também aumente a competitividade, requer bom acesso à internet. Qualquer empresa, independente do porte, pode usar.

Até aqui já deu para entender a importância da auditoria fiscal, não é? Então veja como esse processo é realizado para poder se aprofundar mais no assunto.

Como é feita a auditoria fiscal?

Uma empresa pode realizar esse processo internamente, ou seja, com o trabalho de colaboradores especializados ou, ainda, contratar uma consultoria fiscal externa. A auditoria é executada de forma preventiva como rotina da empresa, isto é, feita com maior frequência.

Outra forma de realizá-la é por auditores da Receita Federal. É o tipo adotado quando há indícios de fraude ou irregularidades tributárias. Seja lá como for, normalmente, os especialistas pedem, como documentação:

  • Demonstrativo de resultados;
  • Balanço patrimonial;
  • Balancete patrimonial;
  • Demonstração das variações de patrimônio.

Qual é a diferença entre auditoria fiscal e contábil?

Além de entender a importância da auditoria fiscal, é preciso saber diferenciá-la da contábil.

Ainda que as duas possam prevenir e corrigir erros tributários, na auditoria fiscal, o foco é acompanhar a aplicação adequada das regras tributárias nas operações.

Já na auditoria contábil, o objetivo é garantir o registro patrimonial adequado pelas práticas contábeis. Isso deve assegurar que o balanço apresentado pela empresa forneça o cenário real do negócio, bem como suas perspectivas.

Então, conseguiu identificar a importância da auditoria fiscal para sua empresa? Para um negócio crescer e ser competitivo, é necessário ter saúde financeira e tributária que garanta a sua prosperidade.

Precisa de ajuda para fazer essa auditoria fiscal em sua empresa? Fale com o nosso time. Nós temos uma equipe profissional que vai ajudá-lo!

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Dentista Pode Ser Mei - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Vai atender por conta própria? Descubra se o dentista pode ser MEI!

O Microempreendedor Individual (MEI) é um modelo empresarial que se colocou como oportunidade para autônomos e pequenos empresários saírem da informalidade e, ainda, terem os mesmos direitos e benefícios de pessoa jurídica. Entretanto, nem todas as ocupações podem aderir. Diante

O Que São Despesas Variáveis - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

O que são despesas variáveis? Entenda agora!

É difícil imaginar uma empresa que não se preocupe com as contas. Afinal, são elas que garantem o acesso a serviços, produtos e que o negócio possa continuar operando. Mesmo as que não são muito organizadas financeiramente, conseguem ter uma

Como Fazer A Distribuição De Lucros De Uma Empresa - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Como fazer a distribuição de lucros de uma empresa?

Lidar com os números de um empreendimento, independentemente do tamanho, é um desafio. Não à toa, organizações de maior porte possuem equipes de profissionais dedicadas a cuidar de toda a parte financeira, entre contribuições tributárias, pagamento de contas e lucros.

O Que São Indicadores Financeiros - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

O que são indicadores financeiros?

Definir o quão bem-sucedida uma empresa é não é fácil. O significado de “sucesso” por si só já é bastante abstrato, dependendo de uma série de “poréns”. Dessa forma, pode-se concluir que é preciso fazer uma análise mais profunda dos

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
A ciência tem finalidade de gerenciar informações financeiras, tributárias e…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top