Como fazer a distribuição de lucros de uma empresa?

Como Fazer A Distribuição De Lucros De Uma Empresa - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Compartilhe nas redes!

Lidar com os números de um empreendimento, independentemente do tamanho, é um desafio. Não à toa, organizações de maior porte possuem equipes de profissionais dedicadas a cuidar de toda a parte financeira, entre contribuições tributárias, pagamento de contas e lucros.

E no meio de tantos processos, eles precisam entender como fazer a distribuição de lucros de uma empresa.

Apesar de ser recomendado contratar colaboradores com formação em contabilidade e áreas adjacentes para lidar com as finanças de uma empresa, é de extrema importância que gestores compreendam os conceitos básicos, a fim de conseguirem ter um melhor controle.

Essa não é uma meta cumprida em um único dia, é claro. Os pormenores das finanças de uma organização são muitos e possuem desdobramentos e especificações complexas até mesmo para aqueles capacitados. Mesmo assim, é preciso dar o primeiro passo!

No texto de hoje, esse primeiro passo virá na forma da distribuição de lucros. Apesar do nome dizer exatamente do que essa tarefa trata, ela não é tão simples quanto aparenta. Para ajudar, fizemos um pequeno guia explicando o que é a distribuição de lucros e como realizá-la. Boa leitura!

Veja também: Quais são os tipos de planejamento tributário?

O que é a distribuição de lucros?

De nada adianta saber como fazer a distribuição de lucros de uma empresa, se você não sabe do que se trata isso. Desta forma, vamos entender bem desde o início?

Essa distribuição consiste no ato de dividir os ganhos de uma organização entre as partes envolvidas, durante um período de tempo previamente delimitado. Essa única definição, superficialmente simples, já carrega outros conceitos que requerem maiores explicações.

Por exemplo: quais são as “partes envolvidas” que deverão ser levadas em conta? Quais ganhos estão incluídos nessa divisão? Qual é a melhor definição de um período de tempo para o cálculo dos lucros? De maneira geral, todas as perguntas têm respostas rápidas.

Como “partes envolvidas” define-se todas as pessoas que investiram valores monetários na empresa, entre sócios, acionistas e investidores. A ideia é remunerá-los de acordo com suas contribuições, as quais permitiram que o negócio tivesse capital para gerar os lucros.

Já a definição de lucro, nesse caso, considera os valores finais obtidos após o pagamento de todas as contas e contribuições tributárias. A frequência com a qual essa divisão será realizada depende do que foi acordado, podendo ser mensal, trimestral, semestral ou anual.

Como fazer a distribuição de lucros de uma empresa?

O cálculo da distribuição de lucros depende de alguns fatores específicos e que mudam de uma empresa para outra, de acordo o tipo da sociedade, do regime tributário e especialmente de contratos assinados entre sócios, acionistas e investidores.

É claro que existem leis regendo valores e porcentagens, mas elas também levam em consideração os acordos firmados previamente entre as partes, o que significa que calcular os lucros a serem distribuídos para cada membro é uma tarefa que varia bastante.

Como um exemplo para entender melhor como fazer a distribuição de lucros de uma empresa, podemos considerar uma organização que tenha resultado positivo líquido (ou seja, o ganho “final” obtido no período) de 500 mil reais.

Suponhamos então que essa empresa tenha 2 sócios, sendo que um deles possui 75% do valor do capital e o outro 25%.

Caso todos os lucros líquidos sejam divididos, o primeiro sócio deverá receber o valor de 375 mil reais, enquanto o segundo ficará com R$ 125 mil. É importante dizer que essa é uma conta simples e que ignora pormenores, os quais deverão ser considerados na situação real.

Outras informações sobre a distribuição de lucros

Além de saber como fazer a distribuição de lucros de uma empresa, é necessário compreender um pouco mais sobre o assunto.

Uma empresa que fecha um período com prejuízos não terá lucros a ser distribuído entre os seus membros. Isso inclui também situações em que existe um ganho, mas o negócio está em débito com a Receita Federal. Nesses casos, não se distribui.

É extremamente necessário que contratos sejam respeitados, já que a não-distribuição correta dos lucros pode acarretar complicações legais. Justamente por isso, é recomendado que profissionais capacitados fiquem responsáveis por lidar com as contas do negócio.

Outra recomendação é que nem todos os lucros sejam divididos. É necessário cumprir obrigações estabelecidas previamente, mas uma empresa precisa de capital constante para se manter de pé, de modo que não se deve “esvaziar” os fundos.

Por último, cabe diferenciar a distribuição de lucros do pró-labore, que é outro tipo de remuneração de sócios. Nesse segundo caso, o valor é pago pelo trabalho exercido por essa parte (como um salário), não somente pela participação no capital da empresa.

A importância de saber como fazer a distribuição de lucros de uma empresa vai além de manter as partes envolvidas satisfeitas com o investimento, existindo também como forma de cumprir obrigações legais e manter as atividades da organização acontecendo de maneira correta.

Como dito anteriormente, é preciso considerar fatores específicos de cada empresa, como regime de tributação e acordos firmados entre a organização e os membros envolvidos com o capital. Assim, não existe um único e definitivo jeito de fazer uma divisão de lucros.

Compreender alguns conceitos relacionados com as finanças de uma empresa é papel essencial de um bom gestor. Nada substitui um colaborador capacitado, mas somente líderes bem informados podem conduzir rumo ao sucesso.

Em alguns casos, o ideal é contar com o apoio de um escritório de contabilidade confiável que poderá apoiar a gestão na elaboração de um bom plano de distribuição de lucros e na sua execução. Se precisar de ajuda, fale com o nosso time!

Também estamos no Instagram! Siga nosso perfil e acompanhe nossas dicas.

Após ver aqui algumas informações sobre como fazer a distribuição de lucros de uma empresa, queremos convidá-lo a ler também:

O que é desoneração da folha de pagamento?

Como fazer o parcelamento do Simples Nacional?

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Whatsapp Image 2024 07 02 At 21.00.12 - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Ebitda não é apenas lucro!

Sabia que o Ebitda é um dos indicadores financeiros que medem os resultados das empresas? 😃 Isso porque ele contempla os recursos que uma empresa gera nas principais atividades. Assim, esse indicador serve para mostrar aos investidores se a empresa

Whatsapp Image 2024 07 02 At 20.59.45 - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

EBITDA: O que é? E para que serve?

EBITDA (Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization) é uma sigla que significa “Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização”. Assim, ela informa o lucro de uma empresa antes de serem descontados o que o empreendimento gastou em juros

Whatsapp Image 2024 07 02 At 20.59.29 - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Você sabe como consultar o seu PIS?

Se ainda tem dúvidas, vem que a gente te explica! 😉 O PIS, Programa de Integração Social, é uma contribuição feita pelas empresas para financiar o pagamento do seguro desemprego e do abono salarial. ➡️ A maneira mais fácil de

Whatsapp Image 2024 07 02 At 21.03.14 - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Operação Loki – ITCMD Tributos Estaduais/Municipais

​​Objetivo da análise A operação tem como objeto transmissões de quotas e ações de empresas. ​​ Finalidade Verificar possíveis simulações de compra e venda para acobertar doações de quota de empresas sem o pagamento do Imposto sobre Transmissão Causa Mortis

Whatsapp Image 2024 07 02 At 20.58.49 - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Principais benefícios do Simples Nacional

Segundo dados disponibilizados pela Receita Federal, até outubro de 2021, mais de 18 milhões de empresas optaram pelo Simples Nacional. Isso acontece porque esse regime tributário traz diversos benefícios, principalmente para as pequenas empresas 🏢. Veja os principais a seguir:

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Definir o quão bem-sucedida uma empresa é não é fácil.…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top