Como alterar o ramo de atividade de uma empresa?

Como Alterar Ramo De Atividade De Uma Empresa - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Compartilhe nas redes!

Abrir um negócio próprio é um processo feito de escolhas. Tudo começa com a iniciativa, mas o passo seguinte é a escolha de uma área de atuação. E se depois você mudar de ideia? Para isso é preciso saber como alterar o ramo de atividade de uma empresa.

Para começar, se você quer formalizar um negócio, é necessário saber o que pretende oferecer às pessoas.

As possibilidades são muitas, entre bens e serviços. Só no Brasil são quase 20 milhões de empresas ativas, o que demonstra uma grande variedade de áreas. Diante desse cenário, ter objetivos claros é a única opção para quem busca o sucesso ao empreender.

O caminho nem sempre é linear. Algumas vezes é preciso voltar para saber como continuar seguindo em frente. Nesse sentido, uma das situações possíveis é a necessidade de alteração do ramo de atividade de uma empresa. É por isso que vamos falar mais sobre esse tema nesse artigo. Vamos lá?!

O que é o ramo de atividade?

O ramo de atividade é o elemento definidor mais básico de uma empresa. Entre suas opções estão as indústrias, comércios e serviços. Cada uma delas respeita regras específicas, de acordo com regime tributário, obrigações legais e documentações.

E para saber como alterar o ramo de atividade de uma empresa, é preciso entender antes que, dentro das três opções, se encontra uma variedade imensa de negócios. Não somente existem diferenças entre um estabelecimento comercial e outro de serviço, mas mesmo entre dois negócios de comércio. Tudo vai depender do que será oferecido.

Por se tratar de um elemento basal, é comum que a escolha seja feita mesmo antes da abertura do negócio. Uma pessoa que tem experiência na confecção de roupas, por exemplo, terá grandes chances de decidir empreender dentro dessa área que já domina.

Considerando os tipos citados acima, alguns exemplos de ramos de atividade incluem: fabricação de laticínios, automóveis e equipamentos eletrônicos (indústria), supermercados, farmácias e bares (comércio) e atuação como consultor, tatuador e psicólogo (serviços).

Como alterar o ramo de atividade de uma empresa?

Mudar o ramo de atividade de uma empresa é uma decisão com consequências para todas as áreas do negócio. Por conta disso, é importante que o empresário esteja certo da mudança e disposto a trabalhar para que ela aconteça com tranquilidade.

O primeiro passo envolve o comparecimento à Junta Comercial ou cartório onde o negócio está registrado. Com os documentos da empresa em mãos, você solicitará a alteração do ramo de atividade, informando qual é a nova a ser colocada no lugar.

A mudança será aplicada no Contrato Social da empresa, um dos materiais que regulariza o seu funcionamento. O principal campo a ser alterado é o “objeto social“, mas a alteração também precisará ser refletida em todos os outros documentos da organização.

A comunicação entre os órgãos das diferentes esferas (municipal, estadual e federal) é notoriamente precária no Brasil, de modo que caberá ao empreendedor ou seu contador garantir que a alteração seja feita com sucesso.

Qualquer falha nesse processo pode ser garantia de problemas futuros, então é muito importante entender como alterar o ramo de atividade de uma empresa de forma correta e também contar com ajuda profissional, se preciso.

Naturalmente, essa alteração trará inúmeras consequências. Uma delas é a possível necessidade de modificação do regime tributário (a depender de qual foi a transição), o que poderá fazer com que se pague mais ou menos impostos.

No caso dos Microempreendedores Individuais (MEI), a mudança do ramo de atividade pode ser feita inteiramente pela internet, no site do Governo Federal. Munido dos dados para login no Portal do Empreendedor, é possível realizar as alterações sem sair de casa.

Motivos para mudar o ramo de atividade de uma empresa

Por que você quer saber como alterar o ramo de atividade de uma empresa? Com certeza existe uma razão.

Os motivos para fazer essa alteração são múltiplos e devem sempre ser considerados exaustivamente. O processo não costuma tomar tempo, mas pode acarretar em gastos secundários e perda de consumidores, então a decisão deve ser final.

Alguns dos principais motivos são: carga tributária elevada, transferência do local da empresa e baixos lucros. Essas situações nem sempre se resolvem apenas com a alteração do ramo de atividade.

Por outro lado, existem também razões positivas para essa mudança. A expansão de um negócio, por exemplo, exigirá uma alteração. Nesse caso, você fará o processo para ampliar o que oferece aos consumidores.

O que devo considerar depois de mudar o ramo de atividade?

Após saber como alterar o ramo de atividade de uma empresa e efetuar essa mudança você deverá conferir se a mudança foi feita corretamente.

O mais indicado é contratar os serviços de um escritório de contabilidade a fim de garantir que não precisará pagar multas, caso tenha se esquecido de algum detalhe.

Além disso, é preciso considerar o público-alvo. No caso de empresas já registradas, mas que não tenham efetivamente aberto as portas, não será preciso se preocupar. A situação é diferente quando o negócio já estava funcionando e tinha uma base de consumidores.

A mudança precisa ser transparente. Informe o seu público-alvo e exemplifique o que isso significará para o negócio. No caso de ramos completamente diferentes, é provável que exista perda considerável de clientes, o que é algo a ser esperado.

Independentemente de quais sejam os motivos, a situação apresenta oportunidades e é importante ter isso em mente quando for pesquisar como alterar o ramo de atividade de uma empresa. Com experiências previamente obtidas no antigo setor, os novos desafios ficarão mais fáceis de serem enfrentados.

E você, precisa de ajuda profissional para esse processo? Se precisar de alguma orientação, estamos à disposição! Fale com o nosso time!

Também estamos no Instagram! Siga nosso perfil e acompanhe nossas dicas.

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Dicas De Contabilidade Para Pequenas Empresas - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Dicas de contabilidade para pequenas empresas

De acordo com pesquisa recente do Ministério da Economia, micro e pequenas empresas (MPEs) representam cerca de 99% do total de CNPJs brasileiros. Diante desse dado, é possível afirmar que a economia do Brasil depende das atividades de negócios menores.

O Que é Cpp No Simples Nacional - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

O que é CPP no Simples Nacional?

Informações divulgadas pelo Sebrae apontam que Micro e Pequenas Empresas (MPE) são responsáveis por empregar 52% de todas as pessoas contratadas em regime de carteira assinada. No Brasil, o total de empresas (entre todas as categorias) chega a 20 milhões.

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
De acordo com o site da Associação Brasileira dos Promotores…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top