Como adicionar CNAE no CNPJ da empresa?

Como Adicionar Cnae No Cnpj - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Compartilhe nas redes!

Ter dúvidas sobre a parte burocrática de um empreendimento é algo comum no mundo dos negócios, afinal, são tantos processos que fica difícil saber lidar com todos. Porém, é importante saber como adicionar CNAE no CNPJ e é isso que vamos abordar nesse texto.

O Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica, popularmente conhecido como CNPJ, é talvez a sigla mais conhecida no mundo do empreendedorismo. Isso acontece porque esta inscrição é a primeira etapa para qualquer pessoa que queira abrir um negócio, independentemente de tamanho e investimentos.

Como consequência, o CNPJ é muitas vezes considerado a “certidão de nascimento” de uma empresa. O número contido nele tem a mesma importância do CPF (Cadastro de Pessoa Física), com a única diferença de que representa um negócio, ao invés de um indivíduo.

O número de CNPJs ativos no Brasil é próximo de 20 milhões, mas nem todos os detalhes associados ao documento são conhecidos pela maioria das pessoas. A CNAE, por exemplo, é uma sigla necessária para a abertura de uma empresa, mas que acaba sendo pouco discutida.

Este é um conteúdo especial criado pela equipe da Aspecto Contabilidade para eliminar suas principais dúvidas. Leia com atenção!

O que é CNAE?

Essa é a sigla para Classificação Nacional de Atividades Econômicas. Ela é uma padronização utilizada pelos órgãos de todas as esferas nacionais, entre municipais, estaduais e federais, para categorizar e aplicar regras aos diferentes tipos de negócios.

Toda empresa surge com o objetivo de oferecer um bem ou um produto, certo? Para isso, se faz necessário exercer alguma atividade econômica. A CNAE surge exatamente nesse contexto, listando todos os trabalhos possíveis para as Pessoas Jurídicas.

É a CNAE quem define os tipos de atividades que as empresas podem exercer no país, englobando não somente organizações privadas, mas instituições públicas, ONGs e profissionais autônomos. Para cada atividade existe um código diferente de atividade permitida.

É por meio da escolha dessa classificação que um negócio se organizará. A depender da atividade exercida, será preciso pagar diferentes tributos e obter diferentes licenciamentos. Tudo isso ocorre considerando o código CNAE identificado no CNPJ da empresa.

Abertura de um CNPJ

Ao realizar o cadastro de Pessoa Jurídica, é preciso responder algumas perguntas, dependendo do tipo de negócio que está sendo aberto. Naturalmente, a definição da atividade econômica (de acordo com os códigos do CNAE) está entre esses questionamentos.

Nesse sentido, o código CNAE é adicionado ao CNPJ já durante a sua abertura. Existem algumas exceções e detalhes (sobre os quais vamos falar mais adiante), mas a necessidade de compreender quais serão as atividades de uma empresa se mantém em todos os casos.

A fim de cadastrar o código correto, é recomendado consultar a lista de classificações, disponível em documentos digitais no site da Receita Federal. Ou seja, não basta apenas saber como adicionar CNAE no CNPJ se não inserir a informação correta.

Nesses documentos estão organizadas todas as atividades permitidas de acordo com a classificação. Por conta das consequências tributárias para um CNPJ, a escolha da classificação correta carrega importância ímpar.

Caso ache necessário, é possível contratar os serviços de consultoria de um contador ou outro profissional especializado para auxiliar na tarefa.

Como adicionar CNAE no CNPJ?

Na hora de escolher o código CNAE correto para incluir no CNPJ, é preciso ter bons conhecimentos dos objetivos da empresa. Na prática, isso se traduz em definir, de maneira clara, quais atividades serão exercidas e adequá-las à classificação.

A empresa será uma indústria, comércio ou prestadora de serviços? De acordo com essa primeira pergunta, a tabela da CNAE se desdobra em novos campos. É quase impossível não encontrar atividades que façam sentido com a sua proposta empresarial.

Caso exista dúvida, o mais recomendado é errar pelo excesso do que pela ausência. Não existe penalização para empresas que não exerçam atividades incluídas em seu cadastro, mas é ilegal realizar trabalhos que não estejam devidamente registrados no CNPJ.

Dificuldade na escolha da classificação correta pode ser um indicativo de que a empresa ainda não está pronta para abrir as portas. No fim das contas, definir as atividades de um negócio é um dos primeiros passos para a sua abertura e por isso é importante saber como adicionar CNAE no CNPJ.

Nesta fase, você pode contar com a ajuda de uma consultoria da Aspecto Contabilidade que auxiliará nas principais questões.

Outras informações sobre CNAE e CNPJ

Como citado em tópicos anteriores, é possível alterar (seja incluindo ou excluindo) as atividades de uma empresa. Ou seja: você pode modificar o código CNAE do CNPJ mesmo depois do negócio estar com as portas abertas. E essa não é uma tarefa difícil!

Para fazer a alteração, basta comparecer a Junta Comercial ou cartório nos quais a empresa está cadastrada. De maneira alternativa, é possível pedir a mudança no Portal Redesim, no site do Governo Federal. O processo é gratuito e não leva mais do que alguns minutos.

No caso dos Microempreendedores Individuais (MEI), a mudança também pode ser feita pela internet, no Portal do Empreendedor, no site da Receita Federal. A tarefa é ainda mais simples do que para outros tipos de empresas e também não custa nada.

Em todos os casos, é preciso que as mudanças sejam informadas aos órgãos competentes. Também será necessário fazer nova emissão de certificados e licenciamentos previamente obtidos. Ficar atento a esses detalhes é de vital importância!

Agora você já tem as principais informações sobre como adicionar CNAE no CNPJ e consegue entender que é algo bastante simples, especialmente para MEI.

O maior desafio está na atenção aos detalhes e na correta adequação das atividades de uma empresa, de acordo com a classificação nacional. Sendo assim, tendo alguma dúvida ou precisando de ajuda especializada, entre em contato conosco!

Também estamos no Instagram! Siga nosso perfil.

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Dicas De Contabilidade Para Pequenas Empresas - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

Dicas de contabilidade para pequenas empresas

De acordo com pesquisa recente do Ministério da Economia, micro e pequenas empresas (MPEs) representam cerca de 99% do total de CNPJs brasileiros. Diante desse dado, é possível afirmar que a economia do Brasil depende das atividades de negócios menores.

O Que é Cpp No Simples Nacional - Contabilidade na Zona Sul - SP | Aspecto Contabilidade

O que é CPP no Simples Nacional?

Informações divulgadas pelo Sebrae apontam que Micro e Pequenas Empresas (MPE) são responsáveis por empregar 52% de todas as pessoas contratadas em regime de carteira assinada. No Brasil, o total de empresas (entre todas as categorias) chega a 20 milhões.

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Abrir um negócio próprio é um processo feito de escolhas.…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top